Canal do Búfalo
ATENÇÃO:

Alguns sites clandestinos tentam associar indevidamente suas imagens ao nosso fórum. Não temos relação com nenhum site exceto os que estão na barra lateral direita do fórum, na área de "Blogs Parceiros".

Caso tenha visto algum tentando associar a imagem do fórum a assuntos asquerosos como pedofilia e estupro, fiquem avisados que esta informação é TOTALMENTE FALSA.

Atenciosamente,
Canal do Búfalo.
Navegação
 Índice
 Ir para o blog
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
» [Relato] Camarada pegou porra alheia e não achou nada demais!
Qui Out 13, 2011 10:14 pm por Smith

» O VELHO SAMBA ADERINDO A REAL .
Sex Out 07, 2011 3:40 am por Smith

» [Fixo] (Download) BackUp Da Real(PDF)
Sex Out 07, 2011 3:39 am por Smith

» Procuro ela ou não?
Sex Out 07, 2011 3:39 am por Smith

» Dossiê Vivi Facada!
Sex Out 07, 2011 3:35 am por Smith

» AS MULHERES MAIS GOSTOSAS DO BRASIL PARTICIPAM DO SWING DO PRAGA.
Sex Out 07, 2011 3:30 am por Smith

» [+18] A mulher mais gostosa que ja vi.
Sex Out 07, 2011 3:26 am por Smith

» Menino inicia tratamento de mudança de sexo aos 8 anos
Sex Out 07, 2011 3:25 am por Smith

» Aniversário do fórum
Sex Out 07, 2011 3:24 am por Smith

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada


O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Convidad em Sex Mar 11, 2011 5:44 pm

Andei pesquisando isso na internet, mas as informações estão meio obscuras.

Vejamos, suponha que você seja um cara que já saiu da matrix, é desapegado até o osso e já leu toda a coleção do Nessahan mais de 3 vezes. Teoricamente você não deveria ter nenhum medo de entrar em um relacionamento, já que com esse conhecimento e esse desapego, estará bastante preparado.

Mas tem algo ainda que torna os relacionamentos perigosos que é a "união estável". Sem ninguém te consultar, a justiça ao caracterizar sua relação como "união estável" já trata seu relacionamento como um casamento com comunhão parcial de bens, o que é ruim pra caralho pro homem.

Alguém aqui sabe precisamente o que torna um namoro uma "união estável" e como evitar chegar nesse ponto?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Golgo 13 em Sex Mar 11, 2011 5:53 pm

o negócio é que com o passar do tempo mais e mais leis irão favorecer a transferência cada vez mais rápida de renda do homem para a mulher,

acho inútil entrar em um namoro por conveniência e dai ficar fuçando nas leis e nas novidades pra ver se ela pode te ferrar ou não ,ok? (essa dor de cabeça quebra o próprio conceito por trás do namoro que é arranjar paz e estabilidade,fazer amor ao invés de sexo,etc)


prefiro uma jogada preventiva logo de cara,pra evitar dor de cabeça,tenha duas namoradas,fica com uma guria no máximo um semestre,e vai trocando


parece trabalhoso,mas com prática e com os ensinamentos corretos fica bastante fácil e recompensador


leis são relativas,teus recursos e tuas cartadas não.,só depende de vc


Última edição por View to a Kill em Sex Mar 11, 2011 6:01 pm, editado 1 vez(es)

Golgo 13

Mensagens: 772
Data de inscrição: 11/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por meia idade em Sex Mar 11, 2011 5:59 pm

sou advogado e servidor público. Vc corre mais riscos a partir do momento que passa a viver sob o mesmo teto, não que isto seja um pré-requisito, apenas é uma caracterização bem forte. não sei sua idade, mas se é jovem, até 30 anos e não namora mais que dois anos, dividindo despesas como cartão de crédito junto, compra de apto, etc.. não há do que se preocupar. Quando vc tem uma entidade familiar, ou seja, lar comum, carro, supermercado, conta conjunta, telefone, aí as coisas pegam...

meia idade

Mensagens: 25
Data de inscrição: 04/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Golgo 13 em Sex Mar 11, 2011 6:05 pm

meia idade escreveu:sou advogado e servidor público. Vc corre mais riscos a partir do momento que passa a viver sob o mesmo teto, não que isto seja um pré-requisito, apenas é uma caracterização bem forte. não sei sua idade, mas se é jovem, até 30 anos e não namora mais que dois anos, dividindo despesas como cartão de crédito junto, compra de apto, etc.. não há do que se preocupar. Quando vc tem uma entidade familiar, ou seja, lar comum, carro, supermercado, conta conjunta, telefone, aí as coisas pegam...

se ela apenas morar comigo

sem dividir contas

1 ano de namoro,anel,amizades em comum,familia dela me conhece,etc


ap meu,tudo meu,etc

dou um pé nela ..


corro riscos ? Smile


(só pra ter uma base de como anda a situação hoje)

Golgo 13

Mensagens: 772
Data de inscrição: 11/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

união estável

Mensagem por meia idade em Sex Mar 11, 2011 11:07 pm

não vejo grandes riscos, visto que tudo é seu, nada foi adquirido mediante esforço comum( " o esforço da mulher não precisa ser em dinheiro, poderia ser só com ajuda "emocional ao homem"). Um dos requisitos é a chamada "relação pública", coisa um pouco redundante, visto que somos pessoas sociais, e todos conhecem as namorada e vice versa. Entenda a união estável como uma a sociedade de fato, o que vc adquiriu, durante a vida junto, deverá ser dividido, mesmo que somente vc pagou, pois ela ajudou, inclusive fazendo vc economizar. Se comprar um apartamento de 200.000, sendo que antes já tinha 190.000 e juntou 10.000 durante a união estável, só é obrigado a dividir a metade dos 10.000, visto que já possuía o restante antes. Não acredito que nenhuma mulher tentará pleitear uma ação de união estável por "eletrodomésticos" e após tão pouco tempo. Tb haverá o problema político, visto que se fizer isto, afastará eventuais novos pretendentes. Resumindo, levando-se em consideração o pouco tempo, vcs aparentemente são jovens(a maioria destas ações são pleiteadas por mulheres de mais de 50 anos, após muitos anos juntos, visto que não tem muitas outras opções de obter novos relacionamentos), não há nada de valor adquirido durante este tempo, não vejo nada de obscuro que possa acontecer caso dê um pé na bunda. Eu teria preocupações com gravidez acidental..... Eu não planejava, meu bem .....

meia idade

Mensagens: 25
Data de inscrição: 04/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Rus em Sab Mar 12, 2011 8:21 pm

Meia idade, qual a questão da idade quanto a lei? Por que você cita ter até 30 anos

Rus

Mensagens: 720
Data de inscrição: 20/10/2010
Localização: São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por John_junior em Sab Mar 12, 2011 8:42 pm

A legislação sobre união estável é relativamente vaga, por isso, o melhor é agir preventivamente pra não ter sustos no futuro:

- não morar juntos (apesar disso não ser uma excludente, é a principal atitude);
- não criar uma vida financeira mútua (deixá-la usar seu cartão de crédito, fazer empréstimos no nome dela e vice-versa, pagar as contas dela, etc);
- não demonstrar publicamente a intenção de constituir família e ter filhos;
- não a ponha como sua dependente em nada (IR, plano de saúde, cartão de crédito, etc);
- e claro, seja desapegado.

Pra provar que nem tudo está perdido, segue um caso de golpe do baú-estável que não deu certo:


Namoro de nove anos não é união estável, decide TJ-RS.

Namoro de nove anos não é suficiente para definir a união como estável. O entendimento é do desembargador Luiz Felipe Brasil Santos, da 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça gaúcho, que analisou ação ajuizada pela ex-namorada de um rico empresário. A Justiça do Rio Grande do Sul negou o reconhecimento do namoro como união estável. Ainda cabe recurso.
O empresário de Porto Alegre apelou contra a sentença que reconheceu a união estável do relacionamento que manteve com uma funcionária de sua joalheria. A decisão da 1ª Vara de Família e Sucessões do foro central de Porto Alegre fixou pensão de cinco salários mínimos para a autora da ação e determinou a partilha dos bens adquiridos durante o período do namoro -- 1990 a 1999.
Segundo o site Espaço Vital, o desembargador considerou que “acima de tudo, deve-se respeitar a opção pessoal e a liberdade individual de cada um constituir a forma de relacionamento que melhor lhe aprouver, cabendo ao julgador indagar as razões pelas quais teriam optado por não causar, podendo fazê-lo”.
O relator do TJ-RS acatou o recurso do empresário e julgou improcedente a ação, por não identificar as características que pressupõem união estável. O desembargador afirmou que não foi comprovada a existência de coabitação, já que ela morava em um apartamento do empresário enquanto ele ficava em um sítio. Eles se encontravam normalmente nos finais de semana.
O desembargador considerou que não houve prova de inscrição em dependência em plano de saúde ou como dependente do Imposto de Renda, nem da alegação de que o empresário se internara para investigar possível causa de infertilidade, pois o casal almejava ter filhos. “É evidente -- não estou negando -- que ele tinha um caso com ela, mas não pretendia que esse caso fosse tão público”, disse o relator. Ele analisou ainda que “quem pretende formar uma entidade familiar não tem pejo dessa relação”.
Contrato de namoro
O desembargador Luiz Felipe Brasil Santos fez um alerta para o fato de a Justiça “casar de ofício” quem não o fez por vontade própria. Ele criticou os contratos de namoro. “Esses abortos jurídicos que andam surgindo por aí, que são nada mais que o receio de que um namoro espontâneo, simples e singelo, resultante de um afeto puro, acaba se transformando em uma união com todos os efeitos patrimoniais indesejados ao início”.
O magistrado recomenda “só reconhecer a união estável em situações em que ela esteja palpitante na prova dos autos, nunca em situações dúbias, contraditórias ou que a prova se mostre divida.”
Após pedido de vista, o desembargador José Carlos Teixeira Giorgis votou na mesma linha do relator, acrescentando ser inadmissível admitir-se união estável sem efetiva convivência, encontros freqüentes, prática de interesses comuns, viagens, participação em ambientes sociais e outras formas de entrosamento. “Assim, resta-lhes a situação de amantes ou concubinos.”
A desembargadora Maria Berenice Dias divergiu do entendimento. Ela ressaltou que, durante o período em que perdurou a relação, nenhum dos dois manteve outro vínculo afetivo. Apontou que ambos iam a festas, o empresário freqüentava a família da autora da ação e a registrou como empregada de sua empresa. A magistrada criticou a insinuação de que a apelada era garota de programa. “O fato de não vê-los de mãos dadas, não presenciar beijos, isso revela o seu perfil, a sua personalidade, uma vez que afirmava não gostar de fotos”, analisou.
Atuaram em nome do apelante os advogados João Sedinei Ruaro, Lorena Kern Ruaro e Elizabeth Fehrle do Valle.
Segundo o advogado Luiz Kignel, sócio do escritório Pompeu, Longo, Kignel e Cipullo Advogados e especialista em Direito de Família, a união estável exige um comprometimento maior e a relação pública de "marido e mulher e não apenas como casal de namorados".
Para que a união se caracterize, é necessário também, de acordo com ele, que exista "interdependência financeira efetiva entre as partes. No caso em discussão, não restou comprovada qualquer ligação econômica entre eles".

Fonte: http://www.conjur.com.br/2004-ago-24/tj-rs_nao_reconhece_uniao_estavel_namoro_nove_anos

John_junior

Mensagens: 491
Data de inscrição: 18/10/2010
Idade: 33
Localização: Floripa x Natal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Homem-Man em Sab Mar 12, 2011 8:54 pm

Para fins práticos: JAMAIS divida teto com mulher se não for sua esposa.

Homem-Man

Mensagens: 232
Data de inscrição: 11/01/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

união estável

Mensagem por meia idade em Dom Mar 13, 2011 2:55 pm

Rus, a idade não faz diferença para a lei. O que tenho em mente é que quanto mais velha a mulher ao se separar, menores serão as chances para um novo relacionamento, dando mais espaço para que o juiz acolha eventuais pedidos dela. Não há mais o vigor da juventude, as chances são menores. Como nosso colega mencionou a lei é vaga, depende de cada caso.Há sugestões para o que se deve não fazer em linhas gerais...
há decisões dos extremas dos tribunais para ambos os lados, seja a favor ou contra o homem. Nada é definitivo ou absoluto, apenas linhas gerais para uma melhor orientação.
não dividir o teto é um ótimo conselho, isto evita a criação de outras provas para a união estável, a partir da co-habitação no mesmo endereço.

meia idade

Mensagens: 25
Data de inscrição: 04/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por barão_kageyama em Dom Mar 13, 2011 5:09 pm

Também vai depender do "humor" do juíz q for julgar um processo dessa natureza, acho eu. Caso o processo seja ambíguo e o juíz seja mangina ou uma feminazi, não seria bem provável o cara tomar na cabeça?

barão_kageyama
Administração

Mensagens: 1691
Data de inscrição: 19/10/2010
Idade: 26
Localização: Santos

http://canaldobufalo.galacta.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por meia idade em Dom Mar 13, 2011 5:38 pm

Sim, é verdade barao. A pior situacao é quando uma juiza julga pensao para menores. ja participei de uma audiencia assim e esta historia que cada pai contribui com 50 % é conversa !! O homem sempre toma na cabeca !!!desculpe os erros, o teclado pirou !!!

meia idade

Mensagens: 25
Data de inscrição: 04/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Homem-Man em Seg Mar 14, 2011 8:09 am

Cabeça de Juiz bunda de bebê... Ninguém sabe o que o que pode se sair.

Homem-Man

Mensagens: 232
Data de inscrição: 11/01/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Buffalo Soldier em Seg Mar 14, 2011 4:03 pm

Acho muito injusto essas leis que fodem com nos, homens... E pra isso temos que nos precaver e tal. Meu cunhado tem um filho de 7 anos, com a antiga namorada, que o enganava dizendo que tomava as pilulas pra nao engravidar... Casou com ela e tudo.. Hj ela eh um terror na vida dele, mal deixa ele ver o boe, fica pedindo dinehiro pra tudo.. Famosa Vadia.

Buffalo Soldier

Mensagens: 14
Data de inscrição: 12/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por Convidad em Seg Mar 14, 2011 4:50 pm

Buffalo Soldier escreveu:Acho muito injusto essas leis que fodem com nos, homens... E pra isso temos que nos precaver e tal. Meu cunhado tem um filho de 7 anos, com a antiga namorada, que o enganava dizendo que tomava as pilulas pra nao engravidar... Casou com ela e tudo.. Hj ela eh um terror na vida dele, mal deixa ele ver o boe, fica pedindo dinehiro pra tudo.. Famosa Vadia.

Exatamente. É injusto pra caralho. E quando a gente reclama, sempre tem um filho da puta pra chamar a gente de gay, frustado ou pega-ninguém.

Só que reclamar não adianta de nada, e a maioria das pessoas que convivem com a gente são uns completos imbecis, manginas e vagabundas. Meter a real de forma consistente, argumentando com razão também não funciona, ninguém vai dar trela, e você só vai reforçar a imagem de revoltado.

O que fazer? Use o conhecimento da real com sabedoria, mas sem levantar bandeira. De vez em quando tocar a real em amigos confiáveis, em lugares reservados. Apenas isso.

E viver sem esquentar a cabeça com nada, viver tranquilo, na paz... O meu pai tem quase 50 anos e tem cara de novão, sem cabelos grisalhos, porque o cara é sussa com a vida! Viver revoltadinho como boa parte dos "metedores da real" só vai implicar em uma péssima qualidade de vida. Viva sua vida de boas, coma putas, curta seu trabalho, curta seu dinheiro, aproveite a companhia dos seus verdadeiros amigos, e use o conhecimento da real pra evitar que alguma vadia estrague sua vida! Simples assim, porra!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que caracteriza um namoro como "união estável"???

Mensagem por meia idade em Seg Mar 14, 2011 8:51 pm

Comcordo com todos aí !! Hoje mesmo, conversando com um colega de trabalho concluí que é mais um mangina!! saiu de um casamento de 15 anos, paga pensão para dois filhos, já casou de novo com uma vaga e fica comendo na mão dela !! O cara é otário mesmo, eu já desconfiava, mas hoje tive certeza !! Gostei dos conselhos do dark, conselhos para uma vida feliz!! Esta história de namorada virar inferno da vida, que só pede dinheiro para tudo, é batata !!!

meia idade

Mensagens: 25
Data de inscrição: 04/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum